WT Rio e a Terceira Guerra Mundial.

Começaram o evento logo no primeiro dia como todos esperavamos, porem as ondas estavam longe daquilo que imaginavamos. Foi o inicio do conceito:  “2 manobras fortes.” E quem conseguiu achar as rainhas teve parede suficiente para soltar o surf. A onda do Postinho sempre muito cavada oferendo uma parede bem armada para cravarem a borda e/ou espancarem o lip. Infelizmente os detalhes de “2 manobras” e “achar as rainhas” deixaram o espetaculo bem menos interessante. Mas convenhamos, as ondas, para padroes nacionais estavam longe de estarem ruins. Ou a coisa mudou e nao me avisaram? No Brasil de agora, mar com tubos e paredes para 3-4 manobras é considerado mar ruim?

O Round 2 começou ja com uma bomba, mas essa nao tinha parede e nem deu tubo. David do Carmo fez a mala do Macaco. E aquela esquerda que o do Carmo pegou é onda de mar muito ruim? No pico que tu surfa rola parede de pé e daquele tamanho nos dias ruins?

Carecones depois de ter “pulado” o round 1, deu sorte no 2. Porque se Crisanto aterrisasse seus aereos o Sanguinolento teria ficado por ali.

Ja o Mineiro surfou com ar de que iria longe. Nao vi ninguem surfar mais norte-sul, base-lip, de cima para baixo, top to bottom, do que ele.

Bret Simpson se empolgou no claim e para piorar, na hora errada. Quem levou foi o Julien.

Raoni começou bem, mandando de cara uma sapatada bonita, uma pena que nao conseguiu encaixar a segunda com muita pressao. Poderia ser ali um 7.67 e nao 5.67.

Ultimamente quando vejo as baterias do CJ me vem uma lembrança do final de carreira do Neco na ASP.

Travis fez a mala do Owen e acho que poucos esperavam, depois Aritz fez a de Pupo e “menos” que poucos esperavam.

Alejo cumpriu o criterio, encaixou duas fortes e mandou o Fredy P pra casa que antes mesmo de chegar la ja estava no tuits choramingando. Ainda nao entendeu, apesar de ja fazer um tempinho que as coisas mudaram. Agora em bateria pau-a-pau pode muito bem vir para o nosso lado. Ainda mais em “Solos Brasilis”.

Bede surfa muito e merece um titulo mundial.

Jeremy Flores ainda esta chateado porque o Mineiro bloqueou ele. E de karma perdeu a bateria com um 7.47 que Seabass fez bloqueando ele. Mi-mi-mi-mi-mi ele pegou a minha onda…

Ace Buchan vs Adam Melling ninguem assistiu.

Depois vieram boatos que esses dois primeiros dias seriam os melhores, nao entendi muito ja que a previsao era de entrar uma ondulaçao solida. Previsao de vento era maral, mas houve um certo buxixo estranho de que o mar nao iria melhorar.

E ae foi show de tubos, Medina levou uma sarrafada na nuca. Tem forma melhor de descrever aquele 9.50 do Logie? Injeçao de spray pimenta no cu? Pouca coisa deve ter sido tao desagradavel na vida do garoto quanto esse 9.5, no Brasil e em ano em que ele começou como primeiro do mundo. Mas tudo passa…

Os tubos continuaram. Nat Young, ADS, Kolohe, Bede, KS, Parko, Zietz, Jordy, Kerr, Bourez e TB, todos passaram por dentro.

Mar ruim?

Round 4. Nat, Bede, Jordy passaram por? Dentro! Somente Taj nao venceu com cilindros  pois na ultima bateria o vento maral prejudicara bastante a formaçao.

Round 5 começou com a craca do Careca, foi tao cedo que o fotografo da ASP nem estava na praia ainda. O que? A ASP nao tem um fotografo? Nao existe um profissional contratado pela empresa para fotografar o evento? A empresa fica na dependencia de fotografos free-lancers que tiram fotos por conta propria e vendem para a ASP? Nao sei direito como funciona, se existe algum fotografo da ASP  com obrigaçao (por contrato) de estar la para fotografar. Ou se sao todos free-lancers que vao para a praia na hora que bem entendem. O que sei é que a craca do Careca nao consta na galeria de fotos do evento. Isso mesmo! Pode ir la conferir, e me expliquem: Como que o primeiro 10 unanime da temporada nao esta na galeria de fotos? Talvez seja porque o mar no Rio é muito ruim. Poucos estao interessados em ver uma foto de uma craca daquelas com o undecacampeao dentro. Mar ruim.

Round 5 seguiu com Logie vacilando e Kolohe fez a mala mesmo com uma interferencia. Valeu 6.83? Achei que sim, foi uma bomba e apesar de nao ter ficado fundo na segunda seçao, na primeira passou por dentro.

Parko pegou o melhor tubo da terceira bateria, mas nao conseguiu uma nota complementar e Bourez levou com um tubinho maroto no final.

Seabass botou pra dentro de 10 das 11 ondas que dropou na sua bateria contra Kerrazy. Conseguiu sair de 3. Mar dificil ou mar ruim? Quem de nos brasileiros, surfando em Terra Brasilis, vamos para a praia, voltamos com 3 tubos na bagagem e nos damos o luxo de falar que o mar estava ruim?

Quartas de Final.

Nat Young pegou 2 tubos mas os juizes nao gostaram muito. Deram quase 2 pontos a mais para floater + batidinha na junçao do KS.

Kolohe achou um tubo e selou a bagaça com um aereo 180°.

Jordy pegou uns tubinhos, mas Michel pegou tuboes.

Taj botou pra dentro de 5 tubos e saiu de todos, mar ruim? Pontuaçao total 34,83.

Semi Finais e Final.

Careca e Kolohe nao acharam os tubos, foi na base das pauladas e aereos. E Kolohe levou, mais uma vez com um aereo 180°.

Michel achou uma que rodou por cima dele, quando saiu la de dentro tratou de dar uma sapatada nela e fez a mala do TB.

Na final nao rolou tubos, mas quem acompanha o WT sabe muito bem que em 60% dos eventos as condiçoes do mar na final é sempre pior do que as condiçoes de outros rounds. Nennuma novidade nisso.

Enfim, o que eu queria dizer é que rolou tubo pra caramba. Ondas com rampas e paredes armadas. E se o ano que vem o evento acontecer em condiçoes realmente ruins, ai é terceira guerra mundial galera.

 

*mosaico: capturas de tela da galeria de fotos do site do evento.

9 Comentários

Arquivado em here

Gilvan 2014, Mais Novo Que a Nova ASP

IF

25 Comentários

abril 22, 2014 · 8:40 pm

Snapper Vem Ai, A Nova ASP.

Salve galera do surf, viciados nos webcasts assim como nas marolas desse nosso Brasil. E por falar em marolas tupiniquim, muito irado o video do surfista Marcos Morais postado la no waves.

Um salve tambem pra galera do surf que mora na gringa e tem o privilegio de surfar umas marolas de melhor qualidade, por exemplo D’bah na Costa do Ouro australiana, fica ali do ladinho de Snapper. Bede ta sempre tuitando a respeito desse pico, que aparece nessa boa materia da Surfline (Carecones soltinho na vala na foto 9).

Carecones dbah

Mas vamos deixar de bla-bla e partir pro prato principal: A Nova ASP. Novo website, novo patrocinador, novas regras e politicas. As palavras a seguir sao uma mescla de minha humilde opiniao pessoal com traduçoes trombonicas do texto de Nick Carrol publicado na Surfline.

As novas regras que aparecem na reportagem contemplam desde a competiçao quanto direitos autorais. Sendo uma das novas regras a respeito desses direitos, onde agora a ASP (apesar de, segundo Nick, contradizer as leis Australianas) reinvindica por completo os direitos de uso de todo material mediatico audio-visual produzido durante o evento. Ou seja, a foto/video/entrevista nao é mais do fotografo, videomaker ou jornalista, mas sim da Zosea. Vamos acompanhar o desenrolar desta estoria, com tempo vamos ver “qualé” da Zosea com essa tentativa de monopolio do material mediatico. E como escreve Carrol: “To pra ver como que vao controlar as 5 mil pessoas com seus celulares tirando fotos pro instagram”. Enfim, essa nova mudança ainda vai dar pano pra manga.

Outra mudança é referente ao WQS, que volta a ser independente do WCT. Ranking unificado bye-bye, hasta la vista baby, ja elvis. Bom, isso ja sabiamos, o que eu nao sabia é que em 5 anos os eventos WQS diminuiram de 40 para apenas 27 eventos anuais. E a mudança é essa, separar os circuitos e focar na liga dos grandes garotos (o WCT).

Volcom e Oakley abandonam o barco (pelo menos a nivel CT) e com isso Keramas sai do cardapio. Eu particularmente esperava mais revolta da comunidade virtual surfistica intelectual, mas pelo visto o fato de concomitantemente anunciarem a volta de J’bay ao tour deixou a galera meio J-Bay Classic Lineupentorpecida com imagens das bombas sul africanas alinhadas em  longinquo horizonte. E pouco se falou sobre esta perda lastimavel. Bye-Bye Keramas, hasta la vista, alegria de pobre…

Mudanças também na cambine de locuçao. Os insuportaveis do Dave Stanfield e GT foram barrados, mas inexplicavelmente o também insuportavel Joel Turpel continua atuando como comentarista. Occy também caiu fora, mas acredito que deva atuar em apariçoes esporadicas. A surpresa fica por conta da introduçao (atravez de parceria ASP/ESPN) do comentarista da ESPN Pat Parnell. Digo surpresa pois acredito que apesar de ser um comentarista de peso na gringa, a grande maioria de nos brazucas pouco conhecemos a respeito deste cara. Vamos ver o que ele tem para entregar.

Veja a lista de “todos” o comentaristas aqui. Todos entre aspas pois nada se falou a respeito da cabine Luso-Brasileira. Fiquei chateado de nao encontrar noticia sobre a cabine de locuçao em portuga. E pesquisando vi que os Aussies e Zaffas nao estao muito contentes com essa cabine gringa californiada,  e eu concordo. Os americanos tem um modo muito formal e sem graça de narrar o surf enquanto os australianos e sul africanos colocam uma certa comedia na narrativa que deixa o webcast muito mais agradavel.

O Tour Feminino ganha novos eventos e fica “pau-a-pau” com o tour masculino, agora com 10 eventos vaginais contra 11 penianos, um investimento interessante. Considerando que os numeros de audiencia devem ser bem maiores nos evento dos homens , por que entao bombar o tour feminino? Com certeza outros indices estao dizendo que é lucrativo investir nas mulheres.

O adorado por todos e praticamente imortal, o Genghis Khan do surf, conhecido por alguns como Quem Peidou por outros como KP ou O Conspirador. Disse que pegou o Livro de Regras, junto com o Hickel o Al Hunt muito café, bolinhos e energeticos e fizeram uma operaçao pente fino durante 3 semanas. O novo livro de regras pode ser acessado na nova pagina da nova ASP. Ja ate encomendei novos oculos de tao animado que estou para ler essas novas regras do novo livro no novo site.

Duas dessas novas regras diz respeito a prioridade. A primeria é que vai ser introduzido um Juiz de Prioridade, um cara ali somente para decidir de quem é a prioridade. Bacana, visto que tivemos uns contratempos aqui e ali a respeito da bagaça. A segunda é que os surfistas vao poder usar a prioridade para bloquear o adversario somente 1 vez por bateria. Por um lado achei bacana também, a prioridade deve ser somente uma forma de organizar a bateria, distinguindo de quem é a vez de surfar uma onda. E sua utilizaçao como bloqueio deve sim ser regulada. Pois no surf de competiçao ja sao grandes os momentos de “boiagem” e estao tentando regular o bloqueio para que exista mais ondas surfadas. Ok. Mas por outro lado, o uso da prioridade como bloqueio é uma parte tatica que deixa o sport muito emocionante. Quantas vezes nao vimos o Carecones escapar no inside e pegar aquela onda que parece ter sido “extradimensomaterializada”? Ou aquele surfista que fazendo seu dever de casa atropela o adversario praticamente nao deixando ele surfar uma boa onda? A nova ASP esta incrementando a regra para que se possa haver mais ondas surfadas, mas pode perder na parte tatico/emocional. Veremos o que vai dar esse bafo. Nick aposta que vai pegar fogo essa discussao.

Outra mudança diz respeito ao “semeamento” de surfistas bem ranqueados que ganharam wildcard. Como por exemplo Owen Braço de Gaivota Wright, como ele era bem ranqueado (numero 10) agora volta com wildcard de contusao e recebe semente de 13° ao enves de 35° como antigamente. Algo justo ao meu ver, visto que um surfista tinha seu local no ranking no momento da contusao e faz sentido ele ser semeado em local parecido quando retorna.

A politica anti-drogas parece estar mais clara do que nunca. Com uma lista completa das substancias proibidas no Livro de Regras. E  estao todos avisados de que haverao testes randomicos e sera feito publico no caso de alguma dessa substancias sejam encontradas.

O tour de ondas grandes, (BWWT) que estranhamente foi fundado “por fora”. Agora é abraçado pela ASP e junto com os Juniores, Longboard, QS e CT completa a lista de circuitos da associaçao.

Outras mudanças sao de nivel burocratico, com novos nomes e novas posiçoes, como por exemplo KP que agora é Comissario do Tour com credencial e tudo. E caras da Billabong (Graham Stapelberg) e Quik (Rod Brooks) agora sao ASP.

E Carecones esta contente, acha que “algumas pessoas vao se sentir deixadas de fora… mas acha que a ZoSea esta indo bem até agora”.

Snapper Rocks 2014, ASP/ZoSea, Carecones 4.2 e muito surfista faminto pra ficar no topo. Vai ser interessante.

99 Comentários

Arquivado em here

Voltei

8 Comentários

fevereiro 26, 2014 · 9:44 pm

26 Comentários

Arquivado em here

Maneiro Mineiro

Dizer que sou um copião é pouco!!

Surfocracia/07/2012/African Leg, Mineiro Absoluto

13 Comentários

Arquivado em here

Highlights do Dia I

64 Comentários

Arquivado em here