Kelly Slater Responde

Pois é galera, as vezes a melhor coisa a se fazer é mudar de assunto… Entonces…

Faz umas semanas (logo apos conferir a primeira entrevista do KS com os caras da DC) eu bolei umas perguntas para enviar para o DC (ja que é um blog parceiro eu pensei em pedir para ele encaminhar as perguntas para o KS). Demorei um pouco, acabei nao enviando as perguntas, mas um belo dia visitando o DC me deparei com uma segunda entrevista. Ai nao perdi tempo, digitalizei as perguntas (que estavam escritas em forma de rascunho num papel de promoçao de supermercado – organizaçao surfistica!) e enviei por e.mail ao DC, que prontamente me respondeu falando que as perguntas estavam bacanas e que era bem provavel que eu obtivesse resposta.

Um tempo depois recebi outro e.mail do DC, falando que havia enviado muitas perguntas para o KS e que ele havia dito que iria selecionar algumas e ir respondendo lentamente.  Eu estava esperando ele responder as 3 perguntas que eu fiz para publicar todas juntas, mas nem sei se ele vai responder todas.  Mas obtive resposta de uma das perguntas, que  foi publicada la no DC, entao deixo ae para voces a traduçao trombonica e versao original em ingles.

P. Inicio de Abril, 1992, algumas semanas antes do inicio da temporada. Fevereiro 2012, algumas semanas antes do inicio da temporada. Quais sao as diferenças/semelhanças/pontos interessantes a respeito de seus sentimentos naquela epoca e agora?

R. Eu estava ultra motivado  e estimulado para que o ano começasse em 1992, sem falar que também estava um pouco nervoso. Hoje em dia eu me sinto estafado, muito menos motivado para competir diariamente. Mas me sinto mais confortavel e nao me sinto nervoso. Como sempre eu anseio ver o que todo mundo tem à oferecer para o começo do ano.

Quando o evento começa e minha bateria vai pra agua a adrena volta a correr novamente e eu me sinto um pouco nervoso e excitado para começar. Tem sido assim por alguns anos. O sentimento antes [do evento] é quase o oposto, mas quando o evento inicia eu começo a curtir.

Q. Early April 1992, a couple weeks before the beginning of the season. February 2012, a couple weeks before the beginning of the season. What are the differences/sameness/interesting points about your feelings there and now?

A. I was ultra motivated and excited for the year to start in 1992, not to mention a bit nervous. Now I find myself pretty jaded at times, much less motivated for competition on a daily basis but more comfortable and not nervous. As always, though, I look forward to seeing what everyone has to offer for the start of the year.

When the event starts and my first heat is on the juices start flowing again and I get a little nervous and excited to get started. It’s been that way for a number of years. The feeling beforehand is almost the opposite. When the event goes I start to enjoy it.

KS

http://dumbthchronicles.com/2012/02/slater-qa-reader-question-2/

Anúncios

114 Comentários

Arquivado em here

114 Respostas para “Kelly Slater Responde

  1. gilvan

    Valeu “Trombone”!! ótima essa iniciativa de mandar perguntas com a alcunha do Blog. Espero que tenha outras perguntas editadas e respondidas pelo fenômeno “careca sanguinolento”. Legal!

  2. mais uma otima analise estilo “power rankings” do nosso colega surfocrata.

    http://surfocracia.blogspot.com/

  3. galera, deem uma olhada na postagem antiga de snapper, pq rolaram alguns comentarios la no final, so pra conferir e ai a gente continua o papo por aqui

    valeu

  4. Ivo

    Fala raça…
    valeu o link trombonera…fiz a parada meio correndo e ainda tem uns errinhos de digitação aqui e ali, mas com o tempo vai acertando…kkkk

    esporte de luto hoje, né?
    lamentável…
    pararam para pensar em como esse resultado foi bom para a Billabong?
    Até o juiz brazzo deu 9,5 mané? quéisso?
    Aliás, para mim, como escrevi lá no blog, o ponto crucial da final é um só. A onda overescorada do Taj Burrão!
    Se aquela onda tivesse a nota normal, tudo correria tranquilo para a vitória do Mini…

    Quem perde com isso? O SURF!

    Mineiro sai fortalecido de Snapper e vai para Bells para ganhar…acho que de todos anos do moleque no circuito esse é o que ele começou com mais sangue no olho…quero ver só em Bells…

    Vcs realmente acharam muita diferença do Taj por conta das pranchas?

    O Jordy tem muito o que reclamar do julgamento tbém, viu? O que reforça minha teoria neo-surfocrática conspiratória, tá ligado?

    golaço do trombonera essa resposta do KS, HEIN?

    o careca quase descreveu a transformação que sofre a cada inicio de campeonato…

    ele vira…O, Sanguinolento careca devorador de bateras…

    abção

  5. gilvan

    Essa análise estilo “power ranking” do “Surfocrata” citada pelo “Trombone” já está ficando ansiosamente aguardada a cada etapa aqui pelo pessoal da coluna. Volto a afirmar que esse tipo de análise feita no Blog Surfocracia bate tranquilamente em muito à mídias com perfil de análises semelhante, ditas como profissionais. Belo trabalho Ivo, que exige muita paciência e conhecimento de quem acompanha a evolução dos surfistas e as etapas do circuito. O melhor de tudo é que vem de um brother fissurado como nós pelo Surf e todo seu conteúdo. Valeu!!!

  6. Santos Surfer

    Trombonera, ninguém comentou aqui da Happy Gilmore.
    Tu viu aquilo?
    Destruiu!
    Faria a mala de muito marmanjo, com toda certeza!

  7. Santos Surfer

    E apesar dos critérios de julgamento, Mineiro foi um exemplo de profissionalismo, dentro e fora da água!
    Dá orgulho escutar as declarações do Mineiro, seja após uma vitória, ou uma derrota. Exemplo de espírito esportivo!
    Dentro d’água dá o sangue, mas fora faz questão de ser educado, acima de tudo. É assim que tem que ser, principalmente lá fora. Educação em 1º lugar!

  8. Ivo

    Valeu Gilvan os elogios…conhecimento a gente adquire junto, mas que da trabalho isso dá…kkkkk

    Santos Surfer, perfeito bro…a Happy Gilmore (melhor par de pernas do circuito, a melhor rabeta, todos sabem, é havaiana) tem o surf que eu quero ter quando crescer.

    Agora não se engane, aquela havaiana com cara de cearense que é a atual campeã do mundo é a melhor surfista no momento. Perdeu como Medina, em minha opinião, por circunstancia de bateria.

    A Silvana tava vindo bem, ia perder a batera antes de se machucar, e pelo visto foi sério, né? Joelho é foda…dei uma torcidinha outro dia e to de molho um mes de novo…sei como é

    E sendo sincero, a Jaque, tem história e tudo mais no circuito, mas não tá no mesmo nivel das demais…alguém tinha que tomar vergonha na cara e patrocinar mais meninas aqui no Brasa. Essa Diana Cristina ia apavorar tanta gente no mundial, até aquela havaiana com cara de cerarense…além de várias outras gatinhas com potencial por ai neste Brasil de Deus.

    Vi alguém dizer outro dia que o problema é a qualidade da moda praia brasileira, muito superior a surf wear, e as meninas (mercado objetivo) não adquirem tanta surf wear assim…

    Ora, ta escrito em algum lugar que as marcas de moda praia brasileiras não podem ser procuradas para bancar um pouco o surf competição, mesmo como co patrocinadoras?!?

    Po, intima todas essas marquinhas que tem no shopping a estampar a marca numa boia de uma surfista local…mais para frente a marquinha do armarinho na prancha, dependendo do sucesso, pode se transformar numa RENNER, C&A, etc…sei lá tbém, as vezes viajo tbém…podem me xingar se começar a falar m…

    abç

  9. Ivo

    se o Dane fosse jogador de futebol ele seria aquele “craque dos gols bonitos” kkkk
    Essa bateria o Taj venceu…mas estava torcendo pro Dane

  10. Ivo

    ainda no surf feminino…1 idéia…
    a Toten, do mestre D´Orey, podia dar uma força, ao menos como co patrocinio da Diana Cristina…
    lógico que não tem obrigação…
    mas seria legal
    abç

  11. gilvan

    …aahhhh!…. mas aí meu camarada Ivo, entra a questão estética das “surfistas modelos” que nunca, mas nunca mesmo, deveria entrar na seleção de patrocínios no surf feminino; Porém acontece, principalmente no surf feminino (Silvana Lima, é aquele caso dos “fenômenos”, por isso a exceção). Mas no masculino tbem aconteceu com o talentoso Fabio Silva que praticamente era deixado de lado até pelos companheiros de viagem que não queriam ser vistos ao seu lado….o garoto na época, por não saber outro idioma e não ter o visual de capa de revista (além do problema da timidez) , se sentiu tão desolado e desamparado que deixou isso afetar sua carreira no tour mundial, chegando a abandonar até o circuito antes que ele acabasse. Preconceito puro dos que deveriam valorizar o talento no surf mas optam por valorizar a representação superficial de sua marca e atletas em detrimento do nosso esporte. Por isso mesmo, veremos tantas Dianas e Titas serem alijadas de patrocínios fortes, assim como alguns surfistas no masculino que, se não tiverem um personalidade forte, talento nato e ótimos resultados de cara como o Jadison, tbem ficarão à mercê do bom humor ou simpatia de algum empresário que ainda dirá no final que se sacrificou pra salvar uma vida.

  12. gilvan

    …corrigindo:”Jadson”.

  13. Ivo

    verdade Gilvan, imagem ainda conta bastante…infelizmente
    o caso do Fabio Silva foi um pecado…não sei se rolava esse preconceito todo que vc falou, mas sei que rolou uma total falta de preparo de todos que “cuidavam” a carreira do Fábio.
    Se tivessem blindado ele ao menos nos dois primeiros anos de circuito mundial, ele aprenderia na marra o ingles e começaria a se virar, sem se sentir tão sozinho e abandonado como se sentiu…
    Fabio tinha o molejo para apavorar o mundial, power com modernidade sempre foi a dele…
    Ganhou do Luke Egan em Pipe com tamanho (97, ano do Johny Boy, tinha uns 8 pés fácil) finalizando sua melhor onda com um aereo reverse, precisa dizer mais?

    Mas vc tem toda razão, ele, tita, tininha, andrea vieira e outros são exemplos de talento não aproveitado como devia por preconceito de aparencia…se fossem loirinhos de olho azul eram funcionário de uma das 3 “grandes” hoje em dia, né?

    abç

  14. Caracas…nada a comentar, só a ler e compreender, porque aki no trombone a cobra fuma. Gostei dos coments, vão mostrando serviço galera, que tô só acompanhando e torcendo. Bravos!!!!

  15. Gilvan, meu camarada,, entrou a temporada afiadinho.
    Agora tem uns blogs dos Portugas que put q par….os caras acho são australianos, ou tem namorados aussies. Vai ti f…. É ISSO GALERA!

  16. SS e galera, eu acompanhei muito pouco esse evento, e zero do feminino. Mas boto fe que a A Maluca no Golf (o tal Happy Gilmore, filme alias que eu adoro, e que lançou o Adam Sandler no mundo da comedia) enfim, boto fe que a Gilmore quebrou, ela sempre quebrou, mas eu tenho um pouco de raiva dos titulos que ela ganhou, pois no inicio de sua carreira ela quebrava sim, mas era um surf ainda de menina, ligeiro, fluido, leve. Faltava pressao, expressividade nas manobras, e isso Silvana tinha de sobra, ninguem dentro d’agua podia barrar a Sil, mas fora d’agua barraram. Agora a Steph cresceu, engrossou as pernas, e a pressao que faltava nao falta mais, e a Silvana ja nao esta mais no seu auge, ou talvez até ainda esteja, apesar da contusao e tudo, ela pode até ainda estar no auge de seu surf, o lance é que as outras mulheres melhoraram muito e encostaram e até passaram a SIl, anos atras nenhuma mulher surfafa como a SIlvana. Foi uma baita sacanagem “nao terem deixado” ela ser campea mundial. Mas como foi falado ai pelo Gilvan e Ivo, fica bem claro os motivos.

  17. Opa, olha quem chegou de repente… heheheh
    .
    Bom, isso tb nao é novidade né Castro.. os portuga gostam de chamar a gente de chorao, e quando acontece essas garfadas e a gente reclama, sao poucos que ficam do nosso lado.

    Deve ser algo do inconsciente coletivo dos portugueses, que desde a epoca do descobrimento estavam pouco se fudendo com a colonia!

  18. E uma ultima coisa, sobre o comentario do SS falando sobre o profissionalismo do Mineiro. Concordo plenamente. E estava vendo a materia da waves e nos comentarios alguem sugere o seguinte link, http://www.surfline.com/surf-news/taj-burrow-wins-quiksilver-pro_67703/
    Nao li a materia la, mas vendo os comentarios, da pra ver que muita gente concorda que o 9.43 foi “no suco” como dizem os gringos. E tb por la comentam e parabenizam o Mineiro pelo seu profissionalismo.

  19. Santos Surfer

    De acordo com o GPS a Silvana foi a surfista mais rápida do evento, incluindo os homens, com a marca de 37.7 km/h.
    Concordo que era para a Silvana ter pelo menos 1 título mundial, mas na hora H não deixavam ela ganhar.

  20. uns meses atras eu vi o Kelly tuitando que queria um pouco “daquela parafina brasileira”. Na epoca achei que era alguma brincadeira, mas agora entendi!

    http://www.surfermag.com/features/brazilian-wax-appeal/

    Interessante ver no video em camera lenta, como o pé de tras do Slater fica muito grudado na prancha, coisa que eu nao tinha reparado antes.

  21. Ivo

    vou reproduzir aqui o papo que to levando com o Trombonera lá no Surfocracia, para galera daqui também dar o seu pitaco:

    Ivo diz: Valeu parceiro Trombonera…tava lendo a resposta do careca a sua pergunta…(https://trombonedevara.wordpress.com/)

    a resposta deixa no ar um pouco do sentimento de saco cheio que o KS tem da rotina. Mas uma vez iniciado o evento o careca se transforma…

    no sanguinolento…

    abção

    ResponderExcluir
    Respostas

    trombonedevaraMar 7, 2012 03:23 AM
    pois é, achei interessante a palavra que ele usou, “jaded” na verdade “pretty jaded” e confesso que nao conhecia a palavra, pesquisei e decidi usar estafado, talvez fuja um pouco do significado mas acho que no final o sentimento é esse que vc falou, de saco cheio!

    E vi materia na waves que o careca falou que nao sabe se surfa Bells. Acho que se a previsao de ondas for ruim ele nao vai mesmo. Pois nao deve ser facil se transformar no sanguinolento sem a ajuda de Netuno!

    Excluir

    SurfocrataMar 7, 2012 04:21 AM
    Pois é brother…uma coisa que talvez role, senão pelo KS, pelo patrocinador dele, seria se sacrificar e ir, mesmo não estando a fim, por conta do delicado momento que o surf esta passando e a necessidade que o esporte tem de ter TODAS as suas estrelas competindo…

    a quik não esta num barco muito melhor que a billa, e seria de bom tom, pra não falar bom senso, que o KS compareça…

    por outro lado, KS é um notório egoista. Ele mesmo já se autocriticou falando que vencia 25 mil dolares num campeonato e não pagava o jantar de ninguém…
    lembra aquele episódio com o Sunny (entre mtos) e aquele campeonato especial nas Mentawaii?…campeonato daqueles que distribuia grana pra galera e distribuiria ainda mais se o sanguinolento fosse…o KS cagou pro evento e o Sunny disparou, Kelly é o cara mais egoista que conheço…

    a conferir, né?

    abç

  22. gilvan

    Pois é do “Trombone”,… no artigo sobre a parafina especial brasileira em determinado trecho o autor escreve algo interessante sobre tração e aderência, dando a entender que às vezes quando o pé do surfista sai da prancha em um aéreo fica difícil de se recolocar na prancha para aterrissar e ainda diz que, com essa wax citada, as vezes um dedinho do pé passando na prancha parafinada, já dá a aderência necessária pro voador conseguir trazer de volta a danadinha sob os pés. Eu concordo , pois sei que sem uma ótima parafina essa tentativa de passar o pé pra trazer a prancha resultaria em um alisada apenas.

    Kelly Slater é o típico norte-americano: competitivo e individualista…. dois adjetivos que podem tipificar o egoísta; Mas que também podem definir a competência de alguns atletas dentro de certos esportes.

  23. bom, eu nao manjo nada de aereos, so sei que depois de ler sobre a “parafina magica” eu vi com outros olhos esse aereo, como disse antes, o pe dele parece colado na prancha. Parabens a esses inventores. Mas pelo que o texto retrata deve ser um pesadelo essa parafina!

    Concordo com vcs, e concordo com os pontos do Surfocrata, mas continuo com minha opiniao de que se a previsao de ondas for ruim o careca var dar mais uma escapada. Bom, é claro que precisa ter um swell epico em algum pico do mundo, se nao acho que pode rolar o que o Ivo falou e o careca acaba indo ao evento “pra bater ponto”.

    Nao conhecia esse episodio ae nao Ivo, valeu por compartilhar.

  24. gilvan

    No aguardo do evento de “Bell’s assisti ontem, ao jogo do meu time Santos contra o Inter gaúcho. No dia em que Messi fez história na Eurocopa, Neymar à noite, completou o dia. O muleke apavorou com mais dois golaços! Por isso peço licença “nesse espaço surf” apenas pra celebrar não só o atleta de um time mas lembrar mais um esportista brasileiro que tá fazendo história aqui e logo será expoente mundial. O dia de ontem foi de encher os olhos não só pra quem gosta de futebol mas pra quem ama a arte dentro de qualquer esporte.,

  25. nao assisti nem o Santos nem o Barça, mas agora pouco vi esse video no tuits,

    http://sportv.globo.com/platb/semnocaoesporteclube/2012/03/08/que-drible-e-esse/

    ligeiro o muleke.

  26. gilvan

    Muito legal os Links “Do Trombone”! Concordo com vc que dificilmente a mídia internacional dá um “slow-motion” as manobras do Jadson como a que deram ao Dane. Mas, na real… aquela rabetada no ar do “maluco” foi plastica demais! parecia um desenho do que poderia ser um surf futuro a algum tempo atrás. Mas nosso Jadson já está polindo mais suas manobras e logo, elas não parecerão tão forçadas e brutas. Acho que é nesse quesito que as manobras do Reynolds ganham vantagem… Elas são harmoniosamente radicais, bem desenhadas com aquele acabamento.

    Agora, esse drible do jogador do Gama, o Kelvin… é aquilo que lhe falei: arte unida ao esporte. Drible lindo demais!!! Neymar já deve ter observado… aguardem….rs.

  27. gilvan

    No Surfest em New Castle, Jesse mendes tira um 9.0 e vai liderando sua bateria contra 3 aussies. As ondas estão boas… Uma pena ter apenas o score online…. mas, depois da transmissão do hangloose, estamos preparados pra qualquer evento sem imagens.

  28. gilvan

    Um lugar onde o town-in se encaixa perfeitamente quando o mar sobe, independente do tamanho:”Itacoatiara”.

    http://waves.terra.com.br/surf/noticia/o-peso-de-itacoa/51776

  29. Ivo

    parece que o careca decidiu? será?
    eu duvido muito…mas olha o twitt dele: @kellyslater: I’m officially retired. #PreTweet

    sanguinolento até na saída…

    abç

  30. hahaha Ivo, essa eu nao compro nao! Ele até pode estar oficialmente aposentado, mas mesmo assim ainda vai correr os eventos! hahaha. Talvez sera o primeiro a ser campeao do mundo apos se aposentar! hahahha

    Concordo que o Daynolds é mais harmonioso em suas manobras, talvez tb um pouco mais radical. Mas o que nao concordo é que quando o Jd abusa de seus aereos a midia cai em cima, poney de um truque so, monotono, chato, etc. E quando o Dane abusa, vira capa de materia, manobra numero 1 e 2 do evento. Mas tudo bem. Estamos falando da midia gringa. Nossa midia aqui bem que podia “bombar” mais nossos atletas. Produzindo materias assim, videos com as melhores manobras, textos como o do Ivo falando especificamente do desempenho dos brasos, etc.

  31. valeu o toque Gilvan, tinha visto que o proximo evento começava dia 12 de março, QS 6 estrelas, e nem percebi que tinha esse pro junior antes/junto.

    http://surfest.com/live_jnr.html

  32. gilvan

    Esse vídeo de Pipeline tá demais! Incrível como as imagens desse “mar” nos proporciona sempre algo diferente, tanto pelos ângulos como pelas qualidades da onda, sempre variáveis de boas pra espetaculares. Nesse vídeo em especial da Body Glover, temos Pipe quebrando clássica e com todas ótimas variáveis possíveis. Nunca dá pra se cansar de ver, mesmo em vídeo, essa Onda quebrando, enrolando, engolindo, cuspindo e baforando… ainda mais quebrando “Banzai” no 3º reef. Realmente, incansável de se assistir esse espetáculo em movimento. Valeu “Do Trombone”!

  33. gilvan

    Ótimo esse twitter do Careca. Na verdade acho que dessa vez ele deve sair mesmo, pois, se não me engano, é a primeira vez que vejo uma afirmação clara do Kelly. Antes ele apenas dizia um “talvez…”, “provavelmente…”, nada conclusivo como foi escrito hoje, para milhares que o acompanham pela rede.

  34. a jogada desse tuits ae foi o tal do #pretweet no final, que muda todo o significado da frase. Vira uma brincadeira, uma coisa tipo: estou ja escrevendo hoje algo de amanha.

    Logo depois o careca tuitou:
    Parabens a John John pela sua primeira vitoria no tour.
    Foi irado a galera pegando altos tubos na piscina de ondas.
    etc.

    Foi uma brincanagem do sanguinolento.

    E sobre o video, a melhor parte é nos 10:50 quando mostra o famoso trem de ondas. Da frio na barriga olhando pelo PC imagina dentro d’agua??

  35. gilvan

    Caracas do “Trombone!!… foi justamente o que eu pensei na hora daquela série, rs. Me lembra quando comecei a surfar no quebra-mar e até hoje…. quando o swell entra e vem aquelas séries inesperadas de 2 mts já dá um calafrio quando se tá no “inside” imagine amigo, aqueles “expressões” se encavalando, um atrás do outro… Dá pra começar a fazer o histórico de toda sua vida. É foda! é uma imagem, mesmo em vídeo, de deixar o cara imaginando o que vai fazer… Remar e pegar a primeira que der, largar a prancha, tentar varar, fazer o “Pai Nosso…”? E muitos estão naquela situação apenas pelo prazer da adrenalina e os donos de marcas de surf wear continuam a usar essas imagens sem nenhum grande retorno aos protagonistas: tanto Deus como esses corajosos seres humanos.

    Como é bom ter o conhecimento não apenas do idioma mas também de sua gíria, que acaba sendo o termo mais usado na rede. De qualquer jeito ainda acredito que o sanguinolento apenas fez um “fake-true” e deve se encaminhar como administrador.. Quem sabe ele não venha ser o carrasco da entidade ASP?

  36. eu acho que ainda demora pro careca se aposentar, pode nao correr todos os eventos, mas continua no tour por mais uns 3, 4 anos.

    e falando nele, link de mais um KS responde,

    http://dumbthchronicles.com/2012/03/slater-qa-questions-from-seaman-staines/

  37. pois é Gilvan, alem do conhecimento da lingua, das girias ainda tem que conhecer a linguagem especifica do tuits. E confesso que essa de pretuit eu nao conhecia. Mas quando li o copia e cola do Ivo, fiquei intrigado com o termo. Fui na pagida do careca conferir, e vendo os outros tuits do careca, e alguns tuits de outras pessoas tb, eu percebi qualé desse pretuit ae.

    teve surf ontem na australia? com transmissao e tudo?

  38. gilvan

    As perguntas do seamans ao Kelly são polêmicas quanto a necessidade de um treinador acompanhar hoje em dia os jovens e promissores atletas no surf. Concordo que a disciplina que um técnico impõe a seu atleta tira um pouco da espontaneidade e afeta aquele lado descontraído do surf que a mídia adora, tanto pra elevar como pra derrubar o surfista. Mas com o surf tão competitivo no dream tour, a mulekada que está chegando prefere se sacrificar com um treinamento técnico comandado, focado em seu objetivo principal dentro da competição que é se sobressair tendo chance de um título mundial. Por isso essa mudança na expressão de olhar do Adriano, no jeito concentrado do Medina, nas manobras radicais mas calculadas do Owen… e por aí vai seguindo essa geração que não se importa em saber o que significa “soul surfer”. Ela quer se divertir sim, porém sem se desviar de sua meta maior que é a de ser o melhor dos melhores dentro do surf profissional.
    Kelly ficou meio que em cima do muro mas revelou que tem cara dando uma de técnico sem saber lidar com o lado humano do atleta. Mas não disse o nome.

    ps* os caras do seamans staines já tão até dando a ideia do Kelly virar técnico da Quicksilver… vê se pode?! rs.

  39. gilvan

    Pô “Do Trombone”…. ontem nem visitei o site. Ia até dar uma olhada agora de curiosidade qdo vi seu comentário.

  40. gilvan

    Que tal dar uma olhada na gurizada arrepiando o campeonato em “Saquá” ao vivo? vai aí:

    http://www.br.ripcurl.com/gromsearch12_aovivo/

  41. gilvan

    Éhh… Hoje temos Jesse Mendes e Ian Gouveia na mesma bateria das quartas. Fazer o que … pelo menos já temos um semifinalista. Filipinho ficou pra trás.

  42. tem um meio metrinho bonito hj la em saquarema, um belo dia pra se passear de monoquilha na minha opiniao. (valeu pelo link Gilvan)

    La na australia fizemos bonito, Jesse no topo do podio. Nao acompanhei ao vivo, vi somente agora a noticia. http://surfest.com/newsitem-crowned-champs-at-CHIKO-Pro-Junior.html
    E que coisa linda heim, um brasileiro e um marroquino na final de um evento na australia. Essa é a cara do surf hj em dia! Muito mais internacional!

    Sobre os tecnicos, eu acho que é tudo uma questao de “posiçao” ou “filosofia” do tecnico. Pois penso que nao é pq um surfista tem um tecnico que ele tem que “endurecer” seu surf e etc. Ou seja, se o tecnico alem de ser um bom preparador fisico e conhecedor das taticas de competiçao, tiver tb dentro de si a alma do surf, vai equilibrar as coisas pra manter seu pupilo com um surf ao mesmo tempo agressivo e fluido/harmonioso.

    Que sempre foi o grande X da questao no surf do Kelly, aquelas manobras tao criticas e ao mesmo tempo executadas com uma fluidez que pareciam ser faceis. Os surfistas que se esquecem do lado “soul surfer” ficam para tras na minha opiniao. Podem se tornar bons competidores como o Owen, mas com um surf que nao agrada muito aos olhos do publico. Eu sou da mesma opiniao do Seaman, acho o surf do Owen forçado, sem harmonia, e tedioso de se assistir. Mas ele pode muito bem se tornar algumas vezes campeao do mundo, como foi o Mick “Fandroid” Fanning.

  43. ah, e so um detalhe da entrevista. A pequena “alfinetada” do sanguinolento, que apesar de ter dito la na França que o Medina iria ser diversas vezes campeao do mundo. Agora em entrevista fala que o unico goofy com reais chances ao titulo é o Owen. E ainda completa dizendo que essa situaçao nao vai mudar em muitos anos.

    Sutilmente descartando qualquer chance do Medina (ou tb Ace, Pupo, etc) conquistar um titulo nos proximos 2, 3 ou 4 anos.

    e agora? Tem razao o careca? Owen é o unico goofy que pode conquistar um titulo nos proximos 5 anos?

  44. gilvan

    Isso mesmo “Do Trombone”! O surf do Owen está ficando super parecido com o do Fanning, não pelo estilo mas sim pela forma de surfar a onda; As manobras calculadas, o simetrismo, tudo que, assistindo suas baterias já sabemos oque eles vão fazer com antecedência… Lembrando oque vc fala acima quanto ao surf do Slater, concordo plenamente. Ele ao mesmo tempo que surfa radical e harmoniosamente, surfa também com o improviso sempre ao lado. Nunca sabemos como ele vai aproveitar as ondas, seja em merrecas ou em um mar de peso. e olhe que ele espreme até a última gota que a onda lhe proporciona, tudo isso com um feeling que lhe facilitam em muito a escolha das ondas, pois, esse cara sabe como ninguém fazer a leitura da formação no mar. E isso tem muito haver com a formação do “Soul Surfer”.

    “Grande” essa notícia da vitória desse competente garoto Jesse Mendes (nunca canso de lembrar a mim mesmo que no início de sua carreira não botava fé nesse muleke). Fico sabendo agora que li sua postagem; to amarradão não só por ele mas pelo marroquino (nada melhor que torcer pelas minorias). Jessé continua evoluindo e a cada dia que passa vai ficando mais competitivo. Valeu o retorno “Do Trombone”!

    *Sobre o goofy que pode ter a chance de conquistar o título mundial, Owen não só terá pela frente Gabriel mas correndo por fora também terá outro brazuka: Miguel Pupo. Acredito que ele está se adaptando rapidamente ao tour e os resultados virão em breve. Dos gringos acho que Adrian buchan pode dar trabalho mas título mundial… sei não. Tem ainda Matt Wilkson que não parece ter o título mundial como foco..sei lá. O “CJ” ainda tem surf de sobra se não tiver cansado. Enfim, mesmo não concordando com o Kelly quanto ao Owen ser o único Goofy capaz, tenho que concordar com uma coisa: são poucos os goofys com chances reais e Owen Wrigth tem toda a estrutura ao seu lado, por isso se sobressai.

  45. gilvan

    Saquarema com boas ondas e os “grommets” mandando ver. Vale dar uma conferida nas futuras promessas:

    http://www.br.ripcurl.com/gromsearch12_aovivo/

  46. e vi agora no swellnet mais uma entrevista com o sanguinolento, desta vez respondendo perguntas do nosso conhecido Outsider, Steve Shearer

    http://www.swellnet.com.au/news/2808-the-outsider-private-dancer-part-one-an-interview-with-kelly-slater

  47. Ivo

    é galera, essa do pretwitt do careca durou apenas alguns minutos, mas foi o suficiente para acabar com o papel higienico lá na sede da ASP…o Alfredo ta correndo toda Goldie atras de mais…

    falando de tecnicos de surf, eu acho essencial, especialmente no mundo do QS, no inicio, onde todos surfam bem parecido (e num nivel bem parecido) e um pequeno detalhe, uma remada errada pode jogar um resultado no lixo.

    E temos muitos ex profissionais capazes da função, se não individualmente, ao menos em equipe. Já falei antes aqui, caras como Peterson Rosa podiam ser muito bem aproveitados. Day by Day podia investir nisso…kkkk

    O Grilo faz um puta trabalho com o Ricardinho dos Santos que evoluiu competitivamente a olhos vistos…olhem o site dele: http://aprimoresurf.blogspot.com/

    o robalino acho que é um dos mais antigos e faz um trabalho com vários atletas que moram aqui no Rio…

    afirmo esta necessidade por conhecimento de causa, nunca competi surf (1 vez no favela surf club do arpex, mas não conta), mas competi a juventude toda com natação (dos 8 aos 18), chegava a nadar 12 km/dia e sem tecnico meu irmão, se o cara não for mto centrado, esqueça, não rola, não vai evoluir, vai chegar num nivel relativamente alto, mas qdo precisar passar disso, ter aquele algo mais, ou o cara é um alien tipo KS, Lord Sith da Via Lactea ou vai estaguinar…

    falando do one trick poney que o trombonera mencionou comparando Dane a Jadson, ontem vi o Halley Batista sofrer o mesmo preconceito no 6* de Newcastle…

    abç

  48. Ivo

    faltou falar dos goofies que o careca falou…
    kkkk
    mind games
    pretwitt
    só owen campeão do mundo…tem que rir.

    na moral, acredito mais no Ricardo Teixeira do que no KS, Sanquinolento Sith…

    falou isso justamente para todos perguntarem, mas e o Medina que te abotou em TODAS no ano passado?
    Aquele nazista maldito estava certo, não há má publicidade e uma mentira contada mtas vezes torna-se verdade…
    creio que os calculos do KS vão bem mais longe do que se pensa…tomara que nenhum dos nossos goofies se deixe cair nessa do careca…o Owen pode até cair nessa, mas os brazzos não…

  49. pois entao Ivo, eu pensei bastante nessa afirmaçao do careca, e o foda é que por mais que eu queira descordar eu nao consigo! Lembrando que é uma afirmaçao dentro de uma entrevista falando sobre treinamento e sobre surf de competiçao. Fora do tour Pupo e Medina tem 10x mais surf que o Owen, mas dentro do tour o Owen tem sim mais surf que os dois e acho que demora alguns anos para eles serem tao competitivos quanto ao Owen Machine (sera que pega essa?).

    Aposto ainda minhas fichas que Pupo alcança e ultrapassa Owen antes do Medina.

    E lembrando que estou falando de surf competitivo, do tour, ASP. Onde existe essa pressao por resultado e o cara tem que ser uma maquina de surf. Ainda mais hj em dia como tu falou Ivo, sao pequenos detalhes que fazem a diferença, tanto QS como WT, e esses detalhes sao aperfeiçoados com muito treinamento (salvo aqueles com genetica Alien, Ks, Medal)

    Veja esse ano de 2012, Owen ja garantiu um resultado “na cintura” ou “under his belt” como os gringos falam, acho que em portugues poderiamos falar, ja botou no bolso um resultado. Quinto lugar vai entrar na somatoria dele. Pupo acho que tb ja garantiu tb, nono nao é ruim, mas tb nao é bom.

    Enfim, mesmo nao gostando do surf previsivo e portando tedioso do Owen Machine, acho que por alguns anos ele sera realmente o goofy com reais chances de beliscar um titulo. 2 ou 3 anos Pupo pode muito bem conquistar uns resultados importantes, adquirir confiançar se tornar um surfista solido (em termos de resultados) e ser uma ameaça ao titulo.

    Um pouco como o Mineiro agora, que esta super solido, chegando sempre as quartas, semis, finais e vencendo eventos. Acho que o ano passado foi um ano de muito amadurecimento pro Mineiro, a confiança de vencer 2 eventos no mesmo ano, saber que pode sim chegar la, e tb o fato de que a pedra no sapato KS nao é mais tudo aquilo. Continua um alien, principalmente pela qualidade do surf em relaçao a sua idade. Mas convenhamos, até quando ele consegue manter o ritmo? Eu me surpreendi o ano passado, no inicio do ano achava que ele nao iria longe, fazendo quartas de finais no maximo. Mas errei feio, agora acho que esse ano sera assim, talvez ganhe um ou outro evento, mas acho que termina quarto ou quinto no ranking.

    veremos..

  50. E o Medina, assim como o Pupo, precisa de uns anos para amadurecer dentro do tour. Lapidar seu surf em ondas de consequencia, adquirir know-how e conquistar bons resultados em picos como Chopes, J’bay e mostrar pro mundo do que sao feito.

    J’bay ficou de fora esse ano, mas espero muito que os garotos estejam por la e surfem como se fosse um WT.

    Agora em Bells o bicho ja meio que pega pro Medina, com um descarte ja no “boletim” o garoto tem que vir “fumando”, fazer quartas de final pra frente pra nao deixar a patota se distanciar. Pelo que eu saiba, o Medina corre como rookie esse ano, e pode muito bem nao so ganhar o premio, mas ganhar com estilo, terminando top 5 do mundo.

    E so uma pergunta, esse ano com o cancelamento de Fije e rebaixamento de J’bay, ficaram 9 eventos e vai contar 7 na somatoria, confere?

  51. Ivo

    entendo sua opinião trombone…mas não estamos falando de um rookie qualquer, não é?
    estamos falando de um moleque que venceu 2 em 5 etapas disputadas.
    não dá para ignora-lo da forma que o sangui fez…

    Pupo papa Primes então…idem. Vejo que compartilho de sua visão…Pupo é subestimado, o que acho ótimo…é bom que nem pensem ou falem mto dele…for now.

    Discordo ainda de uma coisa…quinto lugar não é considerado resultado para quem busca o título, só ver a cara do sith qdo ele perde antes das semis…

    qto ao surf do Owen, concordo contigo em parte…pois de fato, ainda esta um nível acima dos moleques…mais na papeleta dos arbitros do que no surf propriamente dito…

    mudando de assunto, to escrevendo um texto sobre o brasileiro e suas regras…lance de 1 onda só valer (se rolar mesmo) e da falta de integração com o mundial, o que, em época de crise, entendo como essencial. Se não aproveitarmos a explosão dos nossos atletas para fomentar o surf aqui talvez tenhamos dificuldade de produzir outros freaks como esses que estão no mundial…

    no ano passado escrevi um que por sorte acabou acertando na mosca, já que o que sugeri no texto foi o que acabou rolando para 2012. http://surfocracia.blogspot.com/2011/11/o-surf-nacional-precisa-dos-circuitos.html

    marolagem esse QS hein? acho que foi nesse pico que o neco venceu num mar grandão e de virada, bem no ano que estava voltando sem seeding. esse merecia uma estátua lá em SC, hein?

    E essa agora? será que afeta ct de trestles? por murphy…http://gosurf.blog.br/2012/03/alerta-de-radiacao-deixa-california-em-atencao/

    abç

  52. gilvan

    Valeu Ivo!… ainda não sabia quem era o técnico do Ricardinho. Mas realmente, Ricardo dos Santos evoluiu muito em seu surf competição e estilo nas morras. Apetite pras grandes ele sempre teve. Faltava uma melhor técnica em mares medianos, coisa que o Grilo parece ter inserido ao treinamento desse grande surfista.
    Também confio muito no surf do Miguelito dentro do tour pq de estilo ele já é campeão (uma ligeira aprimoradinha na abordagem de “back” completa).

    Muito triste o cancelamento de Fiji e o “The Search” pro mundo do surf. O pior que esse pesadelo econômico parece estar apenas iniciando… Comenta-se que a poderosa Billabong está em com uma enorme despesa e já há rumores de falência da empresa. Com tudo isso rolando “Do Trombone”, no momento é até arriscado contar os nºs de etapas até o final do ano. Logo agora que a brazukada quer derrubar a porta de vez acontece essa “depressão”. Torcer pra sobrarem as esquerdas. E “viva!” aos goofers rss…

    Estava assistindo ao vídeo de uma onda na Irlanda que irá concorrer em cima da hora ao “XXL”. Vendo o surfista Britânico Andrew Cotton correr a Massa, fiquei reparando que ele, podendo completar a onda se encaixando na parede, preferia fazer a “monstra” até a base, correndo um enorme risco de ser triturado pra depois procurar a parede. Não conseguiu em duas tentativas que estão no vídeo. Foi então que entendi a grande motivação desse Big Rider em arriscar o pescoço indo ao limite do drop: era (quem sabe?) estar na base da onda pra facilitar uma melhor noção do tamanho, consequentemente uma melhor avaliação a seu favor. Não sei se vão concordar mas, olhem bem o vídeo:….

  53. gilvan

    Li seu “texto-premonição” Ivo. Foi na mosca mesmo. Eu não acreditava muito que os organizadores conseguissem promover bem esse estilo de circuito mas parece que tá indo… Legal mesmo é pros locais; Isso é o maior incentivo pros talentos que “dão sangue” pra correr algumas etapas. Portanto, é muito válido.

  54. depois vou dar uma conferida, mas acho que lembro desse texto seu.

    Concordo com quase tudo. Mas bato o pe no lance do quinto colocado pois é resultado que entra na somatoria. Veja o KS ano passado por exemplo, descartou Rio e J’bay, e entrou pro somatorio 3 eventos que terminou em quinto lugar.

    Esta no lado minimo da escala digamos assim, mas geralmente esta dentro da escala. Claro que um surfista que o ano todo fizer somente o minimo nao vai a lugar algum. Mas quem fez o minimo ja largou na frente daqueles que nao fizeram.

    Quanto a cara do KS, pode ser jogando poker, truco, golf, jogo da velha, birosca, qq coisa, se ele perde faz aquela cara!!

    Vi um pouco do QS ontem, parece que depois de estar presente no evento de Noronha, Netuno foi passar o carnaval em Refice e ainda nao voltou…

  55. Sobre o Medina, com certeza, o muleque é unico, venceu 2 etapas e tal, Mas 2 etapas em condiçoes parecidas, ele venceu usando um surf diferente, mas as condiçoes estavam parecidas. O lance é o know-how dessas ondas mais pesadas, que assim que o Medina adquirir vai ser dificil segurar o muleque. Somente Joao Joao vai ter pique pra encarar essa briga.
    E novamente sobre o know-how, por exemplo, o ano passado a quinta colocaçao no Pipe Masters foi um baita resultado pro Medina, tao importante quando as 2 vitorias.

    Quanto ao video Gilvan, sua teoria pode ser correta, mas penso que deve ter “muita fisica” envolvida na escolha da linha surfada nessa morra. Nao sou big rider, encaro 1metrao e meio no maximo, nao tenho muito conhecimento pratico, mas penso que uma triquilha ou quadriquilha numa onda dessa deve se comportar como uma monoquilha em “ondas normais”, e as vezes nao adianta querer colocar ela pra parede, tem que descer um pouco mais embaixo, esperar a pressao diminuir e ai sim fazer a curva. Pode ser viagem minha, mas vendo o video foi nisso que pensei.

  56. gilvan

    Caramba do trombone!… o estilo clássico do longboard é uma das artes mais bonitas de se assistir. O surfista é estilo puro! essa chance que o pranchão dá pro artista demonstrar sua performance é incrível e não tem comparação dentro do surf. Harmonia e estilo é igual a um surf impecável! Longa vida ao “LongBoard”.

    ps* parece no Panamá essa praia de ondinhas clássicas.

  57. Ivo

    o boato chega ao fim…ou tinham grana e fizeram marketing ou ficaram sem graça de eliminar a etapa depois que a billa eliminou J Bay. de uma forma ou outra, veio a confirmação da Volcon

    http://www.onfiresurfmag.com/news/tabid/56/xmmid/368/xmid/3002/xmview/2/Default.aspx

    Temos história lá, hein? Herdy fez final e Vitinho e Mineiro Semi…segura que eu quero ver malandragem…kkk

    abç

  58. noticia boa heim! Pico alucinante que nunca devia ter saido da agenda da ASP.

    Show de bola, agora é so esperar..

    e sera que rola umas ondinha no QS hj? Nao acompanhei ontem, vou tentar dar uma olhadinha hj.

  59. Ivo

    não lembro quem mandou esse link, mas é um exemplo de como uma edição “sem derrotas” do Dane Reynolds impressiona…ao menos 3 dos melhores backside airs que já vi na vida, algumas sequencias tubo+manobra+power+plasticidade+air+layback de tirar o chapel…
    pena que a versão que estava no vimeo já foi retirada do ar, mas deu tempo de furta-la pelo Real Player, vou tentar postar no blog, mas acho que vai ficar com a qualidade ruim…
    então temos que ver na página gringa, que tbém não é nada mal…

    http://www.surfline.com/video/webisode/dane-reynolds-excerpts_67969

    ae fuçando, achei vários outros do marine layer mesmo no youtube, mas gosto das edições “desconhecidas” de alguém que teve acesso as imagens e colocou o som que gostava…o Jano me falou que ia ceder umas imagens pra eu fazer isso, mas até agora…kkkk

    fica ae o videozinho, já sinto falta dele no tour, e vcs?

    Vi o campeonato ontem, ainda tá marola, mas a previsão é de subir o mar pras finais. aquela praia tem cara de que fica sinistra com swell…algumas baixas brasileiras ontem e alguns shows, especialmente Toledo e Kimerson…acho que eles tem que ganhar corpo logo, já tem aquele jingado natural destas terras, voam mais fácil que gaivota, mas na hora de meter a borda ainda falta aqueles kg a mais pra levantar as sombrancelhas dos juízes…isso vem logo

    abç

  60. Ivo

    tem um amigo meu que já viu a parte do Trilogy em Mundaka umas 2000 vezes e jura de pes junto que aquilo é o exemplo máximo da técnica do AI…
    não gosto de afirmações do tipo…mas adoro a música

  61. é isso ae Ivo, é o lado B desse tour super competitivo. Caras como Dane acabam caindo fora. Sinto falta do surf dele no tour.

    Nao sei se vcs viram o documentario do Matt Archbold, num momento do filme ele conta que chegava “virado” da balada e ia pro mar (competir!). Ele conta que chegou um dia breaco ainda na praia de manha, e seu amigo veio correndo dizendo que sua bateria era a proxima, deu tempo de beber uma ultima breja (enquanto seu adversario fazia exercicios de yoga para se alongar). Ele conta que vomitou algumas vezes no outside mas venceu a bateria.

    Tem aquele texto do Warnick Wrigth tb que conta um causo parecido. No filme “Searching for the Lotus” contam um pouco tb da “loucuragem” da galera, mas isso num contexto mais free surf do que competitivo.

    Mas é isso ae, o tour mudou muito e agora com o anti doping foi meio que uma oficializaçao dessas mudanças. Cada vez mais um esporte levado a serio do que uma diversao. E alguns surfistas nao curtem muito tanta seriedade como o Dane revelou naquela cartinha dele. E segundo a galera tuita e comenta em blogs por ae, o cara gosta de uma cervejinha…

  62. Ivo

    já tinha visto…pena que aqui no Brasa passa o top gear americano, que acho uma merda…
    teve um do raikonen a pouco tempo que foi do caralho tbém…
    tenho corridas completas dos anos 80, qdo a gente se encontrar, se quiser te passo…e mto livro e texto sobre o assunto…acho até que sou mais mala sobre automobilismo do que sobre surf…nem eu me guento…kkkk
    abç

    da uma olhada nesse site, é um campeonato virtual que participo, com volante e tudo…tenho cockpit dentro do meu quarto, com volante g25 e rFactor instalado…kkkk

    http://www.lanracing.com/

  63. gilvan

    Valeu Ivo! Essa postagem do “TV On The Radio” em vídeo foi felicíssima pra mim. Curto demais esses caras e principalmente por sabermos que música negra não é apenas hip hop e música melosa. Existem o Jump Blues, Blues, R & B, Jazz…. O “TVOTR”, com seu estilo hard, apenas resgata o talento nato dos negros pra fazer o rock visceral, que descende dos antigos Blues Mans como John Lee Hooker, Howlin Wolf, Mudy Waters e rockeiros como o fenomenal Jimi Hendrix e até pouco tempo o Living colour. Muito bom ver o pessoal voltar as origens. Gosto muito de Blues e sou saudosista… capaz de assistir documentários por horas sobre a origem desse estilo musical. Acho essa forma de expressão musical histórica, que reflete e expressa bem a alma humana.

    Caramba! Ainda não tinha visto colocações tão interessantes sobre o Piloto Airton Sena com vi agora nesse vídeo da top gear. A tese da abordagem por dentro na ultrapassagem é f***. Realmente Senna era frio e com certeza fazia os outros tremerem ao terem que tomar a decisão na curva. Assistindo ao vídeo apenas me entristeço ao ver a situação competitiva dos nossos pilotos atuais… Correm como se tivessem tudo a perder; Já nosso Aírton não temia perder nada, nem a vida, simplesmente pela glória da vitória. A questão hoje, na formula 1 brasileira não é o carro, é o homem.

  64. gilvan

    Esse som da gaita de Howlin, é sem muita frescura, apenas como acompanhante essencial a um velho e bom Blues…

  65. gilvan

    O “swing” desse blues me chama sempre atenção e o estilo do Velho Blues Man.

  66. gilvan

    Vocês estavam falando sobre o jeito de surfar do Dane Reynolds. Pessoalmente, me simpatizo muito com esse estilo “zen” radical do Reynolds pois ele, com esse talento todo, parece ter vindo pra outra missão (quem sabe, seje o Karma…). Ainda acho o Surf um esporte atípico. como competição ele existe, mas ao mesmo tempo é um jeito pessoal de se viver ou se arriscar sem retorno, coisa que não vejo em nenhum outro esporte. Vi esse vídeo de Dave Reynolds com outro ícone do estilo e posto ele , não como comparação mas pra demonstrar dois estilos supremos de duas épocas….

  67. gilvan

    Reparei agora que o som de Howlin wolf pode até servir de fundo musical pro vídeo de Tom x Dane… experimentem escutar o músico sobre o vídeo dos surfistas…

    Não esqueçam, Filipe Toledo disputa a segunda bateria hoje contra o incardido Adam Melling… Parece que esse flat na Golden Coast tem aumentado a necessidade dos juízes em compensar…..

  68. gilvan

    Ainda aproveitando que nada está espaçado aqui, me permito ao direito de expor mais uma predileção musical…
    nos anos 80’s fiquei muito influenciado pela musica latina e nisso, resultaram em meu apreço pelos grupos Tarancón e Raices de América…
    Sei também que nem todos curtem, mas como esse blog é do meu Amigo Edu, exponho esse meu gosto musical (acredito que sem favorecimento, rs).

    Eis a letra (Depois pode fechar o Post Edu..rs):

    “Cantor De Oficio”

    Mi oficio de cantor es el oficio
    de los que tienem guitarras en el alma.
    Yo tengo mi taller en las entrañas,
    y mi única herramienta es la garganta.
    Mi oficio de cantor es el más lindo:
    yo puedo hacer jardín de los desiertos,
    y puedo reviver algo ya muerto,
    con sólo entonar una cancion:
    Yo canto siempre a mi pueblo,
    porque del pueblo es mi voz.
    Si pertenezco yo al pueblo,
    Tan sólo del pueblo será mi canción.
    Mi oficio de cantor es tan hermoso.
    Yo puedo hacer amar a los que odian,
    y puedo abrir las flores en otoño
    con sólo entonar una canción.
    Yo canto siempre a mi pueblo,
    porque del pueblo es mi voz.
    Si pertenezco yo al pueblo,
    Tan sólo del pueblo será mi canción.

    (Cantor de Ofício – Recitado)

    Nadie debe creer que el cantor
    pertenece a un mundo extraño
    donde todo es escenario y fantasia
    el cantor es un hombre más
    que anda saltitando por las calles y los días
    sufriendo el sufrimiento de su pueblo
    y latiendo también con su alegria.

  69. gilvan

    Velhos!!…. to aproveitando esse espaço do meu jeito…rsss! não vão me negativar hein?! Brincadeiras á parte, assim conhecemos com quem lidamos. E como pude perceber com todos vcs que, pra tudo há espaço (dentro do respeito).

    Essa Música serve pra todos os imigrantes, seje daqui ou para lá.

    Fruto do Suor
    Raices de América

    A terra nova era um paraíso,
    o milho alto e os rios puros.
    Dormia o ouro a cobiça ausente,
    era o índio senhor do continente.
    Foram chegando os conquistadores,
    os africanos e os aventureiros.
    O índio altivo se mesclou ao escravo:
    nascia um novo tipo americano.
    O interesse fabricou carimbos.
    O ódio à toa levantou paredes.
    A baioneta desenhou fronteiras.
    A estupidez nos separou em bandeiras.

    Tenho um filho nessa terra,
    foi um amor sem passaportes.
    Se o gestar foi brasileiro
    não me chames de estrangeiro.
    Cada pedra, cada rua tem um toque de imigrantes.
    Levantaram com seus sonhos
    um país que não tem donos.

    O suor fecunda o solo e a semente não pergunta:
    Brasileiro ou imigrante? Só o fruto é importante.
    Não me sinta forasteiro.
    Não me invente geografias.
    Sou tua raça, sou teu povo,
    sou teu irmão no dia-a-dia.

  70. gilvan

    Na época, Raíces de América era considerado um grupo quase pop dentro da música brasileira, mas esse , era…. “Underground”:

    querem escutar O Som dos Andes? Prestem atenção nisso:

    Sou Livre, Sou Bom!

  71. gilvan

    humphh….hummphh! Quero dizer que, como a sinceridade nesse blog reina… Confesso; apenas postei isso, apos muitos litros de “Pisco”.

  72. gilvan

    Hei!! EDU!!!… To começando a imaginar várias idéias pro Blog… (hummm…. será o efeito…?)

  73. edu

    ssssssaaaaa!

    La na minha terra a gente chama isso de “chega e da-lhe”, e aqui no grob Isso é muito apreciado!

    chega e da-lhe!

    po, vamos por parte, primeiro o joguinho de corrida. Vou dar uma conferida depois, eu jogava muito “stunts” nao se se chegaram a conhecer, na era 66mhz. Passei muitas tardes construindo pistas e correndo nelas. Depois de muito tempo voltei a jogar com o PS1 no jogo Gran Tourismo (ah, teve a epoca do Lamborguine no SuperNintendo16bits) mas Gran Turismo foi como o Stunts, mas ao envez das tardes forao muitas as noites que passei jogando. Enfim, vou dar uma conferida nesse on-line ae, mas acredito que meu pc nao vai dar conta do recado nao. Veremos..

    Sobre o Senna, o que me chamou atençao foi a simplicidade dele, acho que nunca tinha visto ou escutado ele falando ingles, e vendo esse video percebi muita simplicidade e até mesmo ingenuidade dessa grande estrela.

  74. edu

    po, até voltei a ser eu.. hehehe

    e para ilustrar meu comentario deixo o link do tal gamezinho stunts

    http://oldergamez.com/racing-games/stunts-game/

    e tentando achar esse link eu me deparei com um post falando que existe um tal trackmania que seria a versao 2010 do stunts, depois vou conferir, agora sem muito tempo, mas ja achei o site, fica o link se quiserem conferir tb
    http://www.trackmania.com/

  75. edu

    e gostei muito dos sons latinos Gilvan, valeu a dica, nao conhecia nenhum dos dois.

    deixo uns ae tb, para conferirem

    Descarga Cubana

  76. edu

    e os mexicanos do Cafe Tacuba

  77. edu

    po, e eu viajando aqui curtindo o som e nem me liguei no horario! Ja começou o QS la na australia. Felipe Toledo ja passou a sua, agora torcida para Panda, Camarao e Hizu.

    E essa onda do Felipinho no evento Junior! Acabei de ver agora no tuits, caracolas!!!

  78. edu

    bom, é isso ae, vi um pouco do QS, nada demais, tomara que os brasileiros avancem em peso para as quartas.

    Gostei de ver o Ace ser barrado, tentaram empurrar ele de novo, soltaram nota em 1 onda mas ele acabou nao conseguindo surfar outra,

    fui

  79. gilvan

    Caralho!!!! final com Willian e Filipinho! que bom estar acordado pra ver……
    Venceu um dos caras mais carismáticos do surf.
    Não é uma geração contra outra. É simplesmente o surf brazuka buscando o seu Auge. Parabéns Filipe, o futuro lhe sorri. Parabéns meu Irmão, Willian Cardoso…. vc sintetiza toda garra no surf. Histórico é pouco pra ti. Durmo Feliz.

    Tava dizendo, “durmo”… mas lembrei agora de conferir a F1… Abraços!

  80. gilvan

    Grande Edu! A Poesia em letras latinas atinge o inimaginável. Nossa linguagem sempre procura as expressões. E, expressar o Ser Humano é tarefa pra língua dos Deuses. Obrigado Irmão!

    Quanto a Cuba, lembrei de ter vistou um documentário… mas, meu irmão, Cubanos são ainda o povo mais latino em suas razões de existir, Felizes, porque se fazem necessário à existencia. Mas, com todo seu afastamento forçado… sobra a Música, uma rumba que, por mais que queiram imitar, existe por si só, com a Alma de uma pequena ilha que se faz uma Nação.

  81. gilvan

    México,… o povo de maior descendência indígena do planeta. perderiam pro Peru, se não fossem quase continentais e de origem Maia. Mas, novamente o Povo se faz pela sua Arte. Não importa quem somos, mas sim, como conseguimos nos expressar…

  82. gilvan

    Relendo, vc fala do GT no ps “One”. Marcante! essa é a palavra pra um jogo que me fez perder horas madrugais em um estilo de jogo que, sem controle… é derrapagem na certa..rs. Que bom saber de vcs… Ivo, Edu…. acredito que nosso camarada Castro também. Quem nunca vive um virtual? To viajando agora no game Skyrim,,, um rpg que transporta. Esse pessoal da Bethesda são de uma cultura além.

  83. edu

    ainda falando em games, e tb de surf, lembra no Surf Adventures 1 quando o Raoni Monteiro fala que nao quer crescer nunca! Que o surf é a terra do nunca! hahah, sempre que me pego “sendo” uma criança eu lembro dessa parte do filme!

    Bom, o GT foi um game que eu fui muito apaixonado. Para mim era o Flight Simulator de carros. E falando em flight simulator, tinha um joguinho do ps1 que era muito parecido com o FS, era um tal de JAL jet go, joguei muito tb esse game.

    Gosto bastante de rpg, na minha adolecencia jogava rpg de livro, vampiro lobisomem, gostava muito. Em games gosto tb, joguei muito o Diablo e Diablo 2 para o PC, muito bom. E alguns mais antigos como Kyrandia e Stonekeep. Vou conferir o Skyrim.

    Chega de game, e vamos pro surf. Ontem parei de ver depois da bateria do Ace, e que alegria que tive hj quando fui conferir os resultado! Primeiro o Hizu com o somatorio mais alto do Round 16, depois nas quartas novamente Hizu e Felipinho com os somatorios mais altos. Nas semis 3 brasileiros, e Felipe Toledo descolando nota 10 pra ir para final. Na outra semi 2 brasileiros disputando a vaga da final que ja sabiamos seria 100% brasileira! Que show!! Uma pena que nao pude acompanhar isso tudo ao vivo. Mas é isso ae, nem sempre rola!

    O importante é essa vitoria do Panda, mais um brasa (mora?) levantando caneco na terra dos aussie envocados! Realmente a tal “troca de guarda” que tanto se falou o ano passado é uma realidade. Os gringos devem estar enfurecidos com essa invasao brasileira de peso no tour. E cada dia parece ficar pior a situaçao (para eles!!)

  84. gilvan

    Rss, legal Edu, reviver a tese de “síndrome do Peter Pan”. Mas, voltando aos games, vc é o primeiro cara que conheço que jogou rpg de livro. Porra meu! Isso é ter bagagem….

    KKK,,, o “brasa (mora)’ foi um belo remake nominativo da jovem guarda. Voltando ao nosso amado esporte (ou estilo de viver), oque vc escreve sobre os “aussies envocados” é simplesmente um prenúncio de coisa maior. Eles sabem disso e temem isso. Abração meu Irmão!

  85. gilvan

    Reparando melhor: sobre estilo musical cubano, a Salsa sempre se sobressai. Ela é como o Charuto e Fidel juntos.

  86. gilvan

    Como eu sou de natureza pensadora Edu, reli quase todos os posts e entendi a importância de termos algo que em muito pareceria um blog… Mas na verdade, a maioria dos blogs são pessoais….. esse aqui não! Vc conseguiu lançar um site sem comprometimentos, isso é um grande Mérito. Fico fico feliz por vc Irmão.

  87. gilvan

    …desculpe a gagueira..rss.

  88. gilvan

    Vendo esse vídeo hoje no waves, fico contente com a abordagem de Bruno Lemos ao expor nosso talento na Ilha. Além de um lado descontraído desse tímido garoto também consigo notar que seu backside continua a evoluir e agora está melhor que o do Miguelito. Falar de seus aéreos fenomenais já é rotina, mas…. oque estou vendo agora é que o “rodeo air” vai passar a integrar seu arsenal mortal pra Owen e quem se opuser em seu caminho. To Pagando pra ver.

    http://player.vimeo.com/play_redirect?quality=sd&codecs=h264&clip_id=38390809&time=1332162049&sig=02efcbf42feb59eff0413e12a637526a&type=html5_desktop_embed

  89. Entao Gilvan, ja te falei isso broder, os meritos sao dos californianos Lewis Samuels e Steve Nug, o primeiro foi o “criador” deste estilo de blog quando estava trabalhando na surfline e nao podia falar o que queria, decidiu entao criar seu proprio espaço e assim surgio o postsurf. Blog totalmente aberto onde ele Lewis podia falar o que pensava, sem medo dos patroes (bong, quick, hurley, etc..)

    Lewis criou seu blog, começou a falar o que pensava e alguns outros surfistas “colaram junto” como costumamos dizer. Um tempo depois a Surfline demitiu Lewis, dizendo que nao queria estar conectada a um escritor tao “libertario”.

    Lewis manteve seu blog por pouco mais de 9 meses. E depois de Lewis alguns outros surfistas\escritores seguiram seu caminho. Steve Nug merece ser citado. Criador do Nugable, um “escritor apaixonado” como ele mesmo se descreve. Otimo escritor e com uma visao parecida com a de Lewis, Steve manteve seu blog “de pe” por quase 1 ano. E modificou um pouco o “modelo” do blog, onde o postsurf era voltado para discussoes sobre o surf em geral e o Nugable acabou concentrando suas discussoes no surf competitivo, eventos da ASP, etc.

    E assim como o Steve Nug e outros, eu somente dei continuidade a ideia de Lewis. Apos ser censurado e ver outras pessoas sendo censurada no site da Waves. Decidi criar este espaço onde podemos falar o que quisermos, sem medo dos “donos do surf”

  90. O link nao funcionou (aqui pra mim pelo menos) Mas vendo pelo site da waves vejo que é esse video aqui ( http://vimeo.com/38390809 )

    Ja tinha visto o video uns dias atras, pelo facebook da Surfocracia, e como sou muito chato, nao gostei nem um pouco! Queria ver 9 minutos de surf em ondas de 8, 10, até mesmo 12 pes! E nao 8 minutos de rock point 4 pes e so 1 minutinho de Pipeline. E ainda durante competiçao, ou seja, esta ali por obrigaçao. Todas as outras vezes que o mar subiu estava onde? Cade as imagens de surf em Sunset 6, 8 pes? Cade o free surf em Pipe gigante?

    Eu e acho que muito surfista por ae, trocamos esses 422 aereos por uma bela rasgada na face de uma morra.

    Sou chato eu sei, mas po, quero ver o muleque dominar qq tipo de mar. Estilo sanguinolento. Pra quem sabe um dia vencer o evento em memoria a Eddie Aikau! Tem que se acostumar desde cedo com o mar casca e lapidar seu surf. Pra guando chegar evento disputado em ondas solidas, mostrar que tem “know-how”.

  91. mas respondendo sua pergunta Gilvan, acho tb que o rodeo vai entrar pro arsenal, e tb acho que logo logo ele vai estar mandando aquele back flip igual ao do Flynn Novak, pq da pra ver nesse video que ele ta tentando o backflip. E logo logo deve estar “com ele na manga”

  92. ahh.. e so um detalhe. hehehe, a equipe de ediçao deve ter capturado tanta imagem dessa rabeta que se quiserem fazem um longametragem!!

    que loucura isso!!

  93. Santos Surfer

    Conseguir seeding para o ano que vem os cambáu!!!
    Filipinho vai acabar entrando direto no WT se continuar surfando desse jeito. Os voos de backside dele, aposto que deixam até o Medina com a pulga atrás da orelha!!!

  94. Opa, a galera tava sumida,

    entao SS, vou te dizer broder, com esse sistema novo da ASP, depois do “corte do corte” e outras mudanças. Ficou cabrero pro surfista que nao ta no WT, pq se nao me engano vao contar 3 resultados do WT no World Rankings, ou seja, antigamente o surfista que nao se qualificava pelo WT ja era, tinha que se qualificar pelo somatorio WQS. Agora nao, agora ta a maior mamata, se nao se qualificou pelo WT ainda vai ter a mamata de poder usar 3 resultados do WT pra somar com os resultados do WQS no tal World Rankings.

    Sendo assim, acho que no final do ano vai acabar entrando no maximo uns 8 surfistas novos. Felipe pode ser um deles com certeza, ja começou o ano bem e ta evoluindo assustadoramente. Mas por causa dessas mudanças tem seu caminho dificultado, se tivesse ainda o corte no meio do ano ficaria mais facil.

    Posso estar enganado, mas acho que é assim que esta funcionando o World Rankings, pra quem nao esta no WT conta somente os resultados WQS, para quem esta no WT conta os 3 melhores do WT mais os WQS.

    Confere?

  95. E estava olhando as baterias do evento em Margaret River, e sinti falta de alguns nomes como Mineiro, Alejo (ainda esta machucado?) Medina, Camarao, Felipinho, Jean da Silva, Crisanto, Pig, Ricardo dos Santos.

    fica o link do evento, que deve começar hj,

    http://www.telstradrugawarepro.com/

  96. Ivo

    careca pronto pra cair em Margaret com 2 talos com uma merrequeira, squash com 4 quilhas e um estabilizador…

    o camaras tá na area, mineiro em bali, alejo machucado, medina em fiji (acho), boa pergunta qto aos outros…

  97. nao vi quase nada do evento, somente 10 minutinhos da bateria 17.
    Achei a interferencia que deram pro Guigui ridicula. Foi uma situaçao onde ou vc olha com olhos de “bonzinho” e nao da interferencia pra ninguem, ou da interferencia dupla.

    Tem um tamanho heim! Coisa linda!!

    E o John John mandou uma cavada la embaixo pra subir num movimento so bem no critico e largar uma rasgadona “a la Dane”. Coisa linda tb, 8.43 pro pia.

  98. Ivo

    eu “desmaiei” depois da batera do KS, tentei ver o Taj, mas apaguei…até onde vi a melhor manobra foi uma do Occy, com uns 6 pés servidos, ele começou cavando normal, mas no meio do movimento viu que seria “mais seguro” subir reto e mudou a trajetória, que aparentemente seria uma rasgada, para uma panca, reta com o fundo da bóia, coisa de mestre…

    esse evento tem heats on demand, é meio fajuto, mas já tem os highlight de todas as bateras…

    já “embey” todas lá pro surfocracia, no mesmo post do link ao vivo…

    http://surfocracia.blogspot.com.br/2012/03/surf-ao-vivo-agora-6-margaret-river.html

    correndo pro trampo, durante a tarde eu dou uns pitacos sobre td que foi escrito que não li ainda…
    fui

  99. e o tal post sobre o campeonato brasileiro? falou tem que cumprir!
    estamos no aguardo,

    e falando em camp brasileiro, eu nao consegui ver nenhum dia esse evento da Joaca, tentei entrar no site do surfpro, mas da erro dizendo que o endereço nao é valido. Nao entendi nada

  100. Ivo

    ta até pronto o texto, o foda é navegar no site da abrasp pra confirmar algumas suspeitas…to pensando em dar um pulo na sede pra me informar…

    onda do inverno?

  101. Santos Surfer

    Parece que o Jadson está bem machucado mesmo, nem conseguiu surfar direito na bateria dele em Margaret River agora pouco. Acho que vai estar longe do ideal em Bells, infelizmente.

  102. gilvan

    Que degola de brazukas ontem em Margaret River (estranhei as notas tão baixas do time brasileiro agora, fico sabendo sobre o Jadson). Sobrou nosso “Panda” camarada com seu belo estilo power “top-to-bottom”. Na verdade, em minha opnião, acho que as ondas cheias (que muitas vezes abrem tubos apertados) em margaret river são na medida pra quem tem em seu repertório surf de linha. Favorece nitidamente ao surfista que consegue longos arcos, tem pressão na base, enfim… quem consegue fazer uma linha mais clássica e power de surf.

    ***Hei, Ivo! Dá mesmo uma passada na sede da abrasp (vê mesmo se aquela p*** não é de faixada).

  103. eduruas

    Essa é a palavra certa mesmo, DEGOLA!! Grande baixa no nosso time. E o mar tá bom, e tá compensando perder um sono pra ver as baterias. As cavadas do Owen são perfeitas pra esse tipo de arco que a onda pede. Aliás, como bem disse o camarada Gilvan, o surf de linha é a ordem do dia. Ás vezes eu ficava imaginando o “Fia” desenhando aqueles arcos dele, aquele projecao estilosa..Enfim, nosso time agora tem um homem só. Somos um exercito, exercito de um homem só, como cantou humberto gessinger. Vamos torcer por ele, pois a bateria do cabra vai ser casca!! E que heats on demand fraquinho, heim?? Vou favoritar meu campeão: Fred P. !! (estranho, né? Mas tou gostando das patadas dele….) – Trombone, já merecia um post só desse Drug aware…rsrsrsrs

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s